Calendário Bolsa Família 2018

Calendário Bolsa Família 2017 –  O Programa social do Bolsa Família foi implantado através da união de diversos programas de benefícios sociais, buscando ajudar famílias que estejam em situação de pobreza e de extrema pobreza.tabela bolsa familia

O pagamento do Bolsa Família é feito todos os meses para as famílias devidamente cadastradas no Cadastro Único e que estejam com as informações atualizadas seguindo as datas de pagamento estabelecidas pelo calendário vigente publicado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

Com o programa, são atendidas milhões de famílias todos os meses, oferecendo uma renda extra para quem esteja em condições de necessidade financeira e que atendam aos requisitos do programa.

O Programa Social mais importante do mundo!

Segundo a Organização Internacional do Trabalho, o Bolsa Família é o mais importante programa das políticas sociais do governo brasileiro, tendo se tornado o maior programa de transferência de renda condicionada no mundo todo.

No ano de 2002, o Brasil já possuía uma série de programas sociais que beneficiavam perto de 5 milhões de famílias, tendo, entre eles, os programas de Bolsa Escola, que era vinculado ao Ministério da Educação; o Auxílio Gás, vinculado ao Ministério de Minas e Energia; e o Cartão Alimentação, vinculado ao Ministério da Saúde.

Como cada benefício era gerido por uma administração ministerial diferente, o PBF serviu para unificar e ampliar todos os programas num único, com cadastros e administração centralizados no Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Dessa maneira, houve maior facilidade na eficiência da administração e na fiscalização do programa, levando este projeto social a crescer muito, passando de pouco mais de 13 milhões para cerca de 14 milhões de famílias, número que permaneceu estável desde o ano de 2012.

O Programa Bolsa Família foi considerado como um dos principais programas de combate à pobreza no mundo todo, sendo considerado pela revista inglesa The Economist como um “esquema antipobreza originado na América Latina, que está ganhando adeptos mundo afora”.

Segundo a revista, muitos governos no mundo todo estudaram o programa, considerando-o como um programa que amplia o acesso à educação, que representa a melhor arma em qualquer local do mundo para a luta contra a pobreza.

Quem tem direito ao Bolsa Família?

Para ter direito ao Programa Bolsa Família é necessário que os integrantes de cada uma delas estejam em situação de pobreza ou de extrema pobreza, ou seja, famílias que tenham renda mensal de até R$ 85,00 por pessoa, consideradas como extremamente pobres, ou famílias com renda de R$ 170,00 por pessoa, que são consideradas pobres.

Neste segundo caso, entre as famílias pobres, é permitido participar do programa desde que hajam pessoas gestantes ou crianças e adolescentes com idade entre zero e 17 anos.

Para que possam ter direito ao Programa Bolsa Família, a família deve estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, tendo seus dados atualizados há pelo menos dois anos e cumprir uma serie de regras.

Atendendo aos requisitos de renda e ainda não estando inscritas no Bolsa Família, os responsáveis devem procurar a Prefeitura do Município em que residem ou um centro do CRAS, fazendo o seu cadastro no programa.

Tipos de Bolsa Família e valores

Os benefícios do Programa Bolsa Família são diferenciados, dependendo da situação e extrema pobreza ou pobreza e dos integrantes:

  • O Benefício Básico é pago para famílias consideradas extremamente pobres; no valor de R$ 85,00.
  • O Benefício Variável de 0 a 15 é concedido para famílias que tenham crianças entre zero e 15 anos, podendo ser pago até 2 benefícios por família; no valor de R$ 39,00. *
  • O Benefício Variável Vinculado à gestante e nutriz é concedido a famílias que tenham mulheres gestantes na família ou com crianças recém nascidas de 0 a meses; no valor de R$ 39,00.*
  • O Benefício Variável Vinculado ao Adolescente é concedido a famílias que tenham adolescentes entre 16 e 17 anos; no valor de R$ 46,00.**
  • O Benefício Variável de Caráter Extraordinário é direcionado a famílias migradas de programas remanescentes; O valor benefício é calculado dependendo do caso.
  • O Benefício de Extrema Pobreza é destinado a famílias que mesmo recebendo algum beneficio ainda não superam e continuam em situação de pobreza extrema.

*   (até cinco por família)

** (até dois por família)

Calendário Bolsa Família 2018

A Caixa Econômica Federal junto ao MDS divulgam todos os anos o calendário Bolsa Família, benefício que é pago todos os meses, alternando os dias conforme o último dígito do cartão de benefícios. Pelo momento até o dia 31 de Dezembro continua vigente o calendário Bolsa Família 2017, o calendário 2018 do Bolsa Família ainda não foi divulgado, devendo acontecer apenas no final do ano.

O calendário Bolsa Família 2018 é elaborado para organizar os pagamentos, evitando muitas filas nos postos de pagamento. Todos os meses, o pagamento começa pelos cartões terminados com o número um e encerrados com os cartões com número zero.

Para que o beneficiário saiba quando será liberado o seu pagamento, é preciso conferir o número do cartão no calendário do Bolsa Família.

O valor pago fica disponível por 90 dias, e se uma família fica mais de 90 dias sem sacar, pode ter o benefício suspenso, sendo necessário comparecer até uma agencia da Caixa, ou do CRAS para regularização. Por essa razão não deixe de conferir sempre as datas do pagamento na tabela!

Como funciona o calendário do Bolsa Família

O calendário é entregue via correio para todas as famílias assim que elas recebem o cartão pela primeira vez, e nos anos seguintes, quando é liberado pelo Ministério do Desenvolvimento Social.

Nas agências da Caixa, e também nas Lotéricas, é possível ver cartazes com o calendário, e também panfletos, com a mesma informação. Por ali, o beneficiário pode saber quando deverá fazer o saque do seu benefício.

Como consultar Calendário Bolsa Família 2018

Para consultar as datas de pagamento do calendário Bolsa Família existem quatro maneiras diferentes:

  1. No calendário do Bolsa Família exposto nas agências da Caixa Econômica Federal;
  2. Extrato do Bolsa Família informa  data do próximo pagamento;
  3. Fazendo a consulta pela internet, no portal do Cidadão Caixa.
  4. Ou usando o aplicativo Bolsa Família, disponível para celulares e tablets. Usando o app da Caixa também é possível conferir outras informações do beneficio, como saldo ou extrato detalhado. Disponível para Android, iOS e Windows Phone:

No Portal Cidadão Caixa o beneficiário poderá ter acesso ao saldo e ao calendário do Bolsa Família acessando o link, informando, em seguida, o número do NIS, que está impresso no próprio cartão, e a senha internet, que pode ser cadastrada na parte inferior da página.

consultar calendário bolsa família 2018

No site da Caixa além de consultar as datas de pagamento do benefício, é possível conferir o extrato detalhado e outras informações de interesse do programa.

Como interpretar o calendário de pagamentos Bolsa Família 2018

Aprender a identificar as datas corretamente é muito importante, garante que o beneficiário vá até a agência sacar no dia correto. Evite transtornos. Basta olhar o último número do cartão do programa do Bolsa Família, como mostrado na imagem a seguir.

Veja, a imagem abaixo, mostra o nome do titular, Miriam Andrade, e logo abaixo, o número do NIS. Que é mesmo que existe no Cartão Cidadão. Você vai considerar o último. Na imagem, é o número 4. Viu?Como ler o calendário de pagamentos Bolsa Família

Assim, quando você olhar o calendário, vai procurar por este número. No calendário de 2017 o benefício da dona Miriam foi pago em diferentes dias, justamente por essa razão é tão importante acompanhar as datas de pagamento.

Calendário Família 2017 – Calendário vigênte

calendário do Bolsa família é divulgado no começo de cada ano, e as datas mudam todos os anos,  isso acontece para evitar que as datas de pagamento do beneficio caiam em dias feriados ou em final de semana. Confira abaixo o calendário de pagamentos do Bolsa Família do ano 2017.
Calendario programa Bolsa Familia 2018

Como é feito o pagamento das parcelas do Bolsa Família?

Confira qual é o valor do Bolsa FamiliaAgora que já sabe como consultar as datas de pagamento, para sacar o benefício do Bolsa Família, o responsável deve comparecer a uma agência da Caixa Econômica Federal, Caixas eletrônicos da Caixa, um posto de atendimento Caixa Aqui ou a uma Casa Lotérica, portando o cartão do programa, senha e um documento de identidade para garantir.

A recomendação é que o saque seja feito pela pessoa que tenha o nome no cartão. Além disso, existe outra opção: se o beneficiário tiver uma conta poupança Caixa Fácil, o benefício é creditado diretamente, obedecendo as datas do calendário do Bolsa Família.

Você pode sacar com o Cartão Cidadão, o Cartão Bolsa Família e até com o cartão de débito, se for correntista ou tiver poupança nas agências da Caixa.

A Caixa tem uma conta corrente simplificada, sem tarifas, chamada Conta Caixa Fácil, que é indicada aos beneficiários. E tem também uma conta poupança, a Poupança Caixa Fácil, igualmente sem tarifas, e indicada também para quem recebe algum benefício do Governo.mensagem de recadastramento em extrato do Bolsa Familia

ATENÇÃO BENEFICIÁRIOS: Na hora do saque mensal é muito importante ler as mensagens do extrato, além de informar a próxima data de pagamento elas podem conter outras informações importantes para a recebimento do benefício.

Sacando o benefício em dia

O calendário de pagamentos do PBF serve justamente para organizar os beneficiários do programa para que possam receber seu valor numa data precisa para controlarem os gastos e as contas, além de evitar filas enormes com muitas pessoas resgatando o valor no mesmo dia.

Pensando em tudo isso, o governo estimula um prazo máximo de 90 dias para o saque, porém, se o beneficiário do programa sempre recolher seu pagamento com atraso, os fiscais do PBF podem suspender seu benefício por interpretar que o usuário não está precisando do valor.

Estou sem o cartão, como faço para sacar o benefício?

Ainda é possível sacar mesmo se estiver sem cartão. Caso tenha perdido, o recomendado é que solicite uma segunda via no momento em que for sacar, para evitar transtornos futuros.

Mas, sem cartão você pode sacar em qualquer agência da Caixa, desde que leve um documento com foto, como RG, ou Carteira de trabalho. Você precisa informar que quer sacar o Bolsa Família, mas que está sem o cartão no momento.

O que devo fazer se o meu benefício estiver bloqueado, suspenso ou cancelado?

O que fazer quando o bolsa familia e bloqueado suspenso ou canceladoHá algumas coisas a fazer quando isto acontece. A primeira, é procurar a agencia da caixa para saber o que houve.

Se você ficar mais que 90 dias sem efetuar um saque, o benefício pode ser suspenso, mas o comparecimento na agencia da Caixa, pode solucionar isto.

Outra forma ainda mais efetiva é comparecer ao CRAS – Centro de Referência de Assistência Social, para verificar o que aconteceu. Normalmente é apenas um cadastro desatualizado, e o valor é pago retroativamente, ou seja, você não perde o atrasado quando voltar a receber.

O Calendário Bolsa Família 2018 é importante no dia a dia

Saber quando o valor do benefício, que pode ser tanto R$ 39,00 quanto R$ 372,00 vai ficar disponível para saque pode ser a diferença entre ter ou não o que comer em muitas famílias.

O Calendário Bolsa Família 2018 é importante porque é capaz de ajudar as pessoas a se organizarem. Saber ler o calendário ajuda a se programar, e decidir melhor quando, como e onde vai gastar o dinheiro, que virá.quem tem direito ao bolsa familia 2018 aumento

A cada saque, o beneficiário recebe o extrato, que contém informações muito importantes. Entre elas, o valor total do benefício, que deve ser conferido na hora do saque, e se há a necessidade de fazer alguma atualização cadastral.

O Recadastramento no programa é obrigatório, são ferramentas que ajudam a saber quem entra e quem sai do programa. O último recadastramento, em 2017, resultou em um grande corte no número de famílias atendidas, muitas delas não precisavam mais do benefício.

Deixe o seu Comentário!